Você vive sem querer ou de propósito?

Achei esse texto interessante e de leitura fácil.

Antes deixo estes 6 insights que guiam o meu dia a dia. Todas as vezes que me perco e distancio deles eu me perco e me desequilibro emocionalmente.

 

1. O universo físico é uma realização dos seus pensamentos.

2. Se seus pensamentos são cancerosos, eles criam uma realidade física cancerosa.

3. Se seus pensamentos são perfeitos, eles criam uma realidade física transbordando AMOR.

4. Você é 100% responsável por criar seu universo físico como ele é.

5. Você é 100% responsável por corrigir os pensamentos cancerosos que criam uma realidade doente.

6. Não existe lá fora. Tudo existe como pensamentos em sua mente.

Você vive sem querer ou de propósito?

:: Rosana Braga ::
Imagino que quando você decide algo ou opta por alguém, é porque isso faz sentido para você. E, por isso, você vai desejar fazer essa história dar certo! Acontece que tenho visto pessoas e até muitos casais levando a vida como que ‘sem querer’, sem saber pra onde estão indo e o que querem, o que pretendem. Até acham que sabem, mas não têm metas, não têm planos, não têm disciplina, não têm atitudes que façam link com o que dizem.

Vão atribuindo os acontecimentos ao acaso ou à falta de sorte e de oportunidade, sem entender que acasos não existem e que o Universo é uma imensa engrenagem que tudo movimenta. Fazemos parte desta engrenagem e nossa vida se movimenta com ela. Nossas ações provocam reações num constante ir e vir de acontecimentos. Temos parte no que nos acontece, sempre!

E se é assim numa dimensão tão gigante e quase impossível de se imaginar quanto é o Universo, considere então numa microdimensão como é a nossa vida, a nossa relação, a nossa casa, o nosso coração – o que sentimos. Se não assumimos a nossa parte nisso, então nada podemos fazer, melhorar ou simplesmente mostrar, seja lá o que for. Mas se entendemos que cada dia é um convite, aí sim, podemos decidir, optar, transformar.

Você já deve ter conhecido pessoas que vivem repetindo “desculpe, foi sem querer, não foi de propósito!”. Eu já conheci algumas, e sempre que alguém repete, inconscientemente, esta frase “foi sem querer!”, fico com a sensação de que ali há desperdício, tempo jogado fora. Mas eu sei. Cada um tem o seu ritmo.

A questão é que viver sem querer é mesmo muito triste. Claro que acidentes acontecem e a gente termina mesmo, algumas vezes, fazendo coisas ‘sem querer’, sem pensar, sem ter sido uma escolha. Faz parte. Mas se você vive se dando conta de que fez ‘sem querer’, acredito que seja hora de começar a querer. Começar a viver de propósito.

Penso que até magoar alguém sem querer, especialmente se você faz isso com frequência, é bem pior do que magoá-lo por querer. Porque quando você magoa por querer significa, pelo menos, que você está atento a esta pessoa, concentrando-se nela, sentindo e fazendo algo para ela. Mas quando é sem querer várias vezes, então onde você está? Pensando em que? Em quem? Pra que? Qual é o seu objetivo? Pra onde está indo? Onde quer chegar? Que tipo de sentimento ou desejo desatento e descomprometido é esse?

Veja, não estou incentivando ninguém a magoar o outro. O que estou dizendo é que pode estar passando da hora de acordar, de aprender a notar o que você está fazendo com o outro, para o outro ou até consigo e para si. Concordo também que as surpresas são uma delícia. Por isso, o ideal é o equilíbrio.

Anda cobrando-se demais, querendo fazer tudo de propósito, de caso pensado, e ter todas as respostas? Então, relaxe e confie um pouco mais no ritmo. Está frouxo demais, deixando a vida rolar sem se importar com o que está provocando no mundo ao seu redor? Então, foque, direcione, sintonize-se.

É bem mais fácil aprender, acertar ou consertar quando a gente escolhe. Quando faz de propósito. Quando está atento e interessado pela própria vida. Por isso, desejo que você ame e vida mais de propósito e menos sem querer!

http://www.rosanabraga.com.br

 

Deixe uma resposta