A vantagem olímpica – treino 2

 

Katie Uhlaender

Katie Uhlaender2

 

Katie Uhlaender começou o skeleton em 2003, em sua primeira temporada venceu  Campeonato Nacional Junior. Uhlaender esteve na equipe olímpica de Inverno em 2006 e ficou em sexto lugar em Turim, na Itália. Ela dominou a turnê da Copa do Mundo durante a temporada de 2006-2007, conquistando cinco medalhas de ouro. Na temporada 2007-2008, Uhlaender mais uma vez foi a primeira colocada na classificação geral da Copa do Mundo. Ela ficou em segundo lugar no Campeonato do Mundo de 2008.Ou seja, ganhou a Copa do Mundo duas temporadas consecutivas.

Katie espera acrescentar uma medalha olímpica em sua carreira em Sochi fará parte da equipe de Skeleton EUA, e estará competindo com um novo trenó de fibra de carbono. Excelência nesse esporte exige força física, a determinação e muita coragem para deslizar ladeira abaixo em alta velocidade, sem freios e sem sistema de direção que não seja o seu corpo. Uhlaender tem três qualidades em grande abundância. Skeleton não é um esporte para os fracos. É super radical. A pessoa se atira de barriga para baixo em um carrinho, ficando o corpo a poucos metros do gelo, e desce ladeira abaixo, ou gelo abaixo em curvas mirabolantes e em alta velocidade. 

 katie5

Katie faz Pilates. Comenta que a primeira vez que chegou a um estúdio achou aquelas máquinas estranhas e parecidas com máquinas de tortura, mas que teve amou tudo desde o primeiro movimento que ela fez. “Eu também treino com pesos, musculação, Pilates equilibra meus intensos treinos com pesos, ele foca em minha flexibilidade e no fortalecimento do meu CORE. Também é mais que um treino físico é também minha parte mental. Ajuda a acalmar minha mente com o foco em minha respiração, movimento, músculos e na minha postura. isso é muito importante para meu esporte.

 

“O Pilates ajuda muito em meu esporte o Skeleton exige muito da força de centro, CORE, e Pilates definitivamente faz esse trabalho e me ajuda nisso. E claro ajuda a aumentar munja consciencia corporal e a saber como estou utilizando cada músculo do meu corpo”

Ela diz que um dos seus exercícios prediletos é o Knelling Knee Stretche no reformer que fortalece toda a parte inferior do corpo que é muito importante para o push-off do skeleton.

katie 2

Você já sentiu medo ao deslizar ladeira abaixo em velocidades acima de 80 km/h?

KU: Eu sempre amei velocidade, mas, não tem como não sentir medo. Acho que somente a forma de processá-lo que é  diferente. Nós aceitamos isso. Eu chamo isso de caos relaxado. Você pega o que está vindo para você, e faz o melhor que puder para manter a calma, e tenta tomar decisões calculadas para conseguir velocidade.

A equipe de skeleton EUA tem novos trenós para as Olimpíadas de 2014, e trabalhou diretamente com os engenheiros projetá-los. Como foi esse processo?

KU: Não há nenhuma chance atletas poderem falar com os engenheiros em sua língua, a menos que eles também tenham um diploma de engenharia. Mas alguns dos engenheiros, como Hans [Debot] em deBotech, estão acostumados a trabalhar com os atletas e a entender como falar com a gente. É incrível a possibilidade de ser capaz de dizer a um engenheiro, “Eu quero meu braço para ser assim”, ou “Eu quero virar uma curva e o trenó deve fazer isso” , e com deBotech, era como se fosse mágico. Eu nem acho que eu falei  frases completas, mas os caras foram capazes de configurar o trenó para que o que eu sentia exatamente do jeito que eu queria.

E por que é importante um trenó personalizado?

KU: No Skeleton, nós fazemos a direção do trenó com os nossos corpos, que são nossos ombros, joelhos, a nosso corpo absorve tudo. Não há escudo que cobre nossos corpos. Então, precisamos estar o mais confortável possível. Os engenheiros também trabalharam conosco no túnel de vento para nos ajudar a descobrir as posições mais aerodinâmicas sobre os trenós. É essa atenção ao detalhe que vai nos ajudar a vencer. Nós competimos por centésimos de segundo. Se podemos raspar um centésimo de segundo. Essa é a diferença entre ouro, prata e bronze e nada mais.

Kataie

Alvaro Alaor 

Alvaro Alaor Pilates SHIS QI 13 Bloco E salas 13/14, lago Sul, Brasília Fone: 61- 9385-3838

 

Fonte

Popular Science

Pilates Style

Deixe uma resposta