Seja forte, seja um vencedor!

Superando  adversidades

 

Quase que todos nós temos o velho hábito de superestimar nossos desconfortos. Invariavelmente, colocamo-nos na posição de que a nossa dor é maior que a dos outros, o nosso problema não se compara com o de ninguém. Às vezes chega a ser um vício o de nos colocarmos sempre na postura de coitadinhos, de vítimas de todas as injustiças e azares do mundo. Da mesma forma é igualmente difícil olhar ao redor e observarmos que existem pessoas com adversidades maiores e que, no entanto, vão à luta e as superam. Não só os atletas para-olímpicos são um demonstrativo de que com muita força de vontade, dedicação e disciplina, é possível vencer obstáculos aparentemente intransponíveis; na para-olimpiadas da vida temos centenas de milhares de criaturas que todo dia sobem ao podium da superação.

Só não supera as adversidades aquele que se entrega ao fracasso. Tenho comigo que os nossos desafios são do tamanho da nossa competência, se não os confrontamos e vencemos é porque por algum motivo anulamos a nossa capacidade reativa, ou porque nos falta auto-estima suficiente para confiar que é possível fazer melhor. O que mais causa angústia e dor não é a situação a ser enfrentada, sim o acomodamento, o conformismo. Toda a adversidade traz em si lições ou provas que a meu ver são como dádivas para enriquecer o nosso crescimento e a nossa evolução. Porém, o que nos falta, às vezes, são inteligência e clareza para visualizarmos seu conteúdo e extrairmos dela o necessário aprendizado.

A atitude da superação é consciente e acontece de dentro para fora; é no âmago de cada um que reside o seu gérmen, essa fonte energética que ao ser acionada aquece o ânimo e motiva as capacidades tanto reativas como criativas. É nesse espaço inteligente interior que se torna possível também a reativação do amor por si mesmo, da autodeterminação e da capacidade de assumir a responsabilidade em fazer o melhor pela sua vida. A superação consciente é um dos elementos fundamentais da dinâmica existencial do ser humano. Descobrir e aplicar em sua lide vivencial esse fundamento é o que transformará as adversidades em aliadas da sua própria evolução.

 A PEDRA

O distraído nela tropeçou…
O bruto a usou como projétil.
O empreendedor, usando-a, construiu.
O camponês, cansado da lida,
dela fez assento.
Para meninos, foi brinquedo.
Drummond a poetizou.
Já, David matou Golias e
Michelangelo extraiu-lhes
a mais bela escultura…

E em todos esses casos,
a diferença não esteve na pedra,
mas no homem!
Não existe “pedra” no seu caminho
que você não possa aproveitá-la
para o seu próprio crescimento.

Cada instante que passa
é uma gota de vida
que nunca mais torna a cair,
aproveite cada gota para evoluir…

Das oportunidades saiba tirar o melhor proveito,
talvez não teremos outra chance.

 

 

 

Alvaro Alaor
Alvaro Alaor Pilates – SHIS QI 13 Bloco E, Comércio Local, Lago Sul , Brasília. Fone 9385-3838


Fontes

Poema: Antonio Carlos Vieira
Willes da Silva, Psicoterapeuta www.viverconsciente.com.br

 

 

 

Deixe uma resposta