POWERHOUSE III

2007-11B
O segundo maior efeito do Pilates powerhose sobre o corpo é o alongamento da coluna. Este alongamento axial resulta em descompressão das articulações da coluna.
Nós estamos em toda nossa vida sobre as forças da gravidade, e com o passar dos anos, na grande maioria das vezes, sucumbimos a estas forças, e nossa pelve assume tende assumir uma postura anteriorizada (báscula anterior) ocasionando um aumento na curvatura da lombar, e, por conseguinte, um aumento da cifose torácica. O resultado disto é que reduzimos nosso tronco, ficamos menores e ocorre um aumento importante das forças de compressão em nossa coluna.
Instrutores de pilates são eficientes em perceber e corrigir estes desvios e estimular o aumento da consciência corporal através de dicas visuais, táteis e imagens visuais, aumentando o alongamento da coluna vertebral.
pelvpost
O terceiro maior efeito do powerhouse sobre o corpo é a habilidade em afetar a integridade estrutural ou o tônus dos músculos do abdômen e da cavidade pélvica. A contração efetiva desta região aumenta a estabilidade corporal.
Já é conhecido por todos que o principal músculo inspiratório é o diafragma, e que os músculos abdominais desenvolvem um papel expiratório. O que pouco sabemos que esta cientificamente comprovado é que os músculos do abdômen possuem um papel inspiratório. Quando estamos em pé, e os abdominais continuam ativos, eles facilitam a ação do diafragma. Isto faz com que o diafragma tenha uma contração mais efetiva com menos gasto energético ocasionando um aumento no volume pulmonar.
Alem disso sabemos que durante os movimentos de membros, o diafragma e o transverso do abdômen contraem segundos antes do movimento acontecer, elevando a pressão intra-abdominal e o transverso não contrai efetivamente em pessoas com episódios de dor lombar. Importante dizer que não significa dizer ter abdômen “tanquinho” que temos esta eficiência.

Alvaro Alaor

Referências

Troyer, D.A., Marc Estenne, Functional anatomy of the respiratory muscles, Clinics in chest medicine, 175-193, 1988
Paul W Hodge, Gandevia, S.C., Changes in intra-abdominal pressure during postural and respiratory actiation of the human diaphragm, J Appl Physiol, 89, 967-976,2000.
Muscolino, JE; Cipriani, S. Pilates and powerhouse” I, J Bodywork Therapies 2004, 8; 15-24.
Pilates, J.H., Miller, W., Pilates return to life through contrology, 1945.

Um comentário em “POWERHOUSE III

Deixe uma resposta