Por que ter medo do sucesso?

“Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes. Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta. Nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?” Na verdade, quem é você para não ser tudo isso? …Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você. E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo”.

Nelson Mandela 

medo

Passamos a vida toda ouvindo que devemos confiar no nosso potencial, que nascemos para brilhar, que devemos ser felizes… De fato tudo isso é verdade! Mas por que então há tantas pessoas infelizes, que aceitam menos do que merecem, que apenas sobrevivem ao invés de viverem? A resposta está exatamente no medo do sucesso.

As pessoas tem medo do sucesso por que ele pode gerar inveja e raiva naqueles que não andam e dificultam o caminhar dos outros. E muitos se perguntam: mas… o que os outros irão pensar disto ou daquilo?

Lidar com situações novas é difícil. Mesmo quando existem problemas que queremos resolver ou objetivos que desejamos alcançar, é preciso determinação para sair da inércia de nossa zona de conforto. E é aí que, até sem perceber, nós mesmos começamos a minar nossos avanços, para não sairmos da rotina e enfrentarmos novos desafios. A auto sabotagem – ou auto boicote – nada mais é do que você mesmo dificultar ou inviabilizar mudanças em sua vida que trariam bem-estar ou algum tipo de melhora. E aí muitos se perguntam: mas… os que os outros irão pensar disto ou daquilo?

 

É o caso do profissional que, prestes a ser promovido, e adquirir novas responsabilidades, comete erros primários, deixa de entregar os relatórios que a chefia pede, começa a chegar atrasado,  passa a perder tempo demais com tarefas menores, não comparece ao almoço marcado com o diretor da empresa que pode contratá-lo. Ou simplesmente se torna menos produtivo do que normalmente é. Você não consegue entender como, nem por que, está pondo a perder o que conquistou.

O sucesso, na maioria das carreiras, envolve algum tipo de exposição, além de maior visibilidade, o que aumenta a possibilidade de críticas e confrontos. Um maior nível de exposição é uma coisa natural que acaba vindo junto com o sucesso. A pessoa tímida, que não confia em si mesma, tem pavor desse tipo de situação.

 

Outro fator que acompanha o sucesso são as críticas. Seja o que for que você faça, em qualquer área você vai encontrar os rabugentos, os intelectuais, os chatos, os metódicos, os arrogantes, os rebeldes e por aí vai. Todos são chegados em uma crítica e quanto mais em destaque a pessoa de sucesso está, mais ela se torna um alvo. Algumas críticas são construtivas e ajudam a pessoa a crescer (se ela souber lidar com elas!), outras são oriundas da inveja e do despeito e têm apenas o objetivo de derrubar ao outro.

 

Pessoas com baixa autoestima são extremamente sensíveis à mínima crítica e não conseguem lidar proativamente com ela. É por esse motivo que elas tendem a ser perfeccionistas.

 

Como ideologicamente ninguém pode criticar o que é perfeito, elas precisam ter a garantia absoluta de que, ao tentar fazer qualquer coisa, o resultado será perfeito, senão, elas não fazem nada. Com isso acabam gastando uma quantidade enorme de energia e tempo desenvolvendo suas ideias antes de apresentá-las ao público. O medo do sucesso, nesse caso, é o receio de que, ao não ser perfeito, a pessoa será alvo de críticas, já que o sucesso envolve um nível maior de exposição à atenção alheia.

 

O medo do sucesso é um fator diretamente ligado à autoestima, é a criança interior que precisa ser aprovada a qualquer custo.

 

 

A saída disto tudo está em você se permitir brilhar, se permitir a felicidade, a prosperidade, a sabedoria, a harmonia, se permitir viver sem se preocupar com a negatividade alheia, saiba que a negatividade é uma doença, por tanto seja indulgente com os mais fracos se mostrando e sendo forte, pois quando você se permite brilhar esta inconscientemente passando a mensagem que qualquer pessoa também pode brilhar.

Compreendendo agora isto lhe faço três perguntas e com elas eu lhe convido a refletir sobre você mesmo:

1. Qual é a sua motivação para o sucesso? (Família? Profissão? Status? Poder? Influência?)

2. Como você reage ao sucesso? (Sente culpa por te mais do que os outros? É arrogante? Aceita com naturalidade sem se envaidecer? Tem medo de “olho gordo”? Comemora?)

3. Como você reage ao fracasso? (Age de modo resiliente? Fica inconformado? Desdenha que quem ganhou mais que você? Age como uma criança birrenta? Desiste? Encara como mais um desafio a ser superado?)

por  Daniel Martins

Ter medo do sucesso apenas mostra o quanto se precisa amadurecer como ser humano, pois qual é o mal de ser bem sucedido? Ter sucesso é uma questão de percepção individual e/ou social. Mude sua forma de interpretar os fatos e liberte-se do que tem te aprisionado: modelos mentais equivocados e limitantes, veja abaixo alguns dos significados de “sucesso” e saiba lidar com eles:

• Se ter sucesso para você é ter dinheiro – saiba que o dinheiro em si é neutro – a forma que você o usará é que definirá se ele será “bom” ou “mau”.

• Se ter sucesso para você é sorrir e ser feliz – saiba que estar nesta condição foi escolha sua e consequência das atitudes positivas que você buscou desenvolver em si mesmo. Só tem que evitar ser egoísta, pois isso gera solidão e como diz a canção “(…) ninguém pode ser feliz sozinho”

• Se sucesso para você é ter saúde e bem-estar – não se preocupe quando lhe chamam de “Narciso(a)”, pois no fundo queriam ter a mesma determinação e cuidado que você tem com você mesmo. Evite apenas a vaidade em excesso pois isso pode de fato lhe tornar fútil e sem conteúdo, e lembre-se que o cérebro faz parte do corpo e exige cuidados e treino constante.

• Se sucesso é ter poder – lembre-se que a melhor forma de poder é aquela que você pode melhorar a vida dos que te amam e dos que convivem com você. Ser tirano está fora de moda não só no trabalho mas dentro de casa também. Desenvolva as pessoas e a si mesmo para o bom senso e para o amor, e então conhecerá uma forma de poder nunca antes experimentada.

medo2

COMO SUPERAR O MEDO DO FRACASSO

Superar o medo do fracasso é algo capacitador, é algo que lhe promove a capacidade de construir caminhos para alcançar o sucesso que deseja na sua vida.

Apresento algumas dicas sobre como ultrapassar o medo do fracasso e focar-se no processo para alcançar sucesso:

Compreender e saber que às vezes você falhará. Perceba que você é humano e os seres humanos cometem erros e falhas. Antes de qualquer um de nós ter aprendido a andar, nós gatinhamos, e já depois de termos aprendido a andar, certamente muitas terão sido as vezes que caímos. Levantamo-nos, caímos, levantamo-nos novamente e continuamos o processo até que possamos caminhar habilmente.

Não personalize sempre o fracasso. Provavelmente algumas das vezes que fracassar poderão ter a ver consigo mesmo, com algumas características suas. Ainda assim, pode sempre mudar e adequar-se melhor às circunstâncias, evitando a auto-crítica destrutiva. Veja o fracasso como um trampolim. Tenha a certeza de aprender com ele e, em seguida, aplicar o que aprendeu para situações futuras. Recuse-se a considerá-lo uma falha de caráter ou fraqueza. Fazer isso só irá impedi-lo de alcançar o sucesso futuro. Assuma sim a responsabilidade de perceber que tem alguma coisa que pode fazer, que pode colocar em ação para se melhorar e consequentemente promover a obtenção daquilo que deseja.

Ninguém consegue ser bem sucedido o tempo todo, às vezes, nem mesmo a maioria do tempo. No beisebol, os melhores jogadores falham 70% das vezes. Em média Babe Ruth um dos melhores jogadores de todos os tempos, a sua melhor pontuação de batidas era de 0,342, o que significa que falhava 66% das vezes.  Wayne Gretzky jogador de hóquei, dizia: “Você perde 100% dos tiros que você não tenta.” Assim é na vida. Você não vai falhar em nada se não fizer nenhuma tentativa. Se você não tentar, também não vai ter sucesso!

Lembre-se que o “fracasso” produziu inúmeros sucessos. Leve em consideração as pessoas na história que falharam antes de serem bem sucedidas. O professor de Albert Einstein disse-lhe para abandonar a escola  “Einstein, você nunca vai ser nada”. O professor de música de Ludwig Von Beethoven, disse-lhe “É impossível você vir a ser compositor”. As duas primeiras empresas automobilísticas de Henry Ford não tiveram sucesso.

Aprecie os benefícios do fracasso. Toda a vida é uma experiência. Quanto mais experiências você tiver, melhor (desde que saudáveis e necessárias). Por outras palavras, as suas chances de conseguir as coisas certas (ser bem sucedido) na primeira tentativa são quase nulas. Quanto mais você tenta, ou experimenta, melhor e mais preparado estará para chegar onde pretende.

Acredite em si mesmo. Ao invés de desistir quando as coisas não dão certo, aceite isso como uma oportunidade para construir a perseverança e determinação. Acredite que você tem o que necessita para trabalhar e enfrentar os obstáculos nos momentos difíceis. Lembre-se como muitos fracassos se tornaram em sucessos, porque essas pessoas não desistiram. Não desista dos seus objetivos se a razão for ter medo de fracassar. Persista, insista, tente e experimente até se aproximar daquilo que quer.

Tenha uma atitude positiva sobre o fracasso. Quando eu tinha uns 14 anos, comecei a olhar para o fracasso por  uma perspectiva positiva. Eu comecei a reconhecer o fracasso exatamente como ele é: uma parte inevitável da vida de todos  nós,  nada mais, nada menos. Comecei a praticar atletismo ao 10 anos, quase como todos os miúdos naquela altura, comecei por fazer provas de corta-mato e estrada. Como não tinha um talento nato para a corrida, saboreei quase sempre a derrota e o fracasso. Muitas foram as vezes que perdi. No entanto, algo dentro de mim fez com que eu percebesse que não havia maneira de contornar isso, então eu comecei a mudar minha atitude face ao fracasso em geral. Eu percebi que, apesar de eu experimentar cada fracasso como um evento doloroso, cada um deles ajudou-me a longo prazo a tornar-me na pessoa que sou hoje. Eu persisti, treinando cada vez mais, fui experimentando outras disciplinas dentro do atletismo e consegui ganhar muitas competições de salto em altura, a minha disciplina de eleição. As minhas falhas não só me ajudaram a melhorar a mim mesmo e evitar erros semelhantes no futuro, mas também abriu-me muitas outras oportunidades e chances, eu só tinha de detectar e identificá-las.

Dê um passo de cada vez. Quando estamos realmente enfrentando grandes desafios ou adversidades da vida, temos tendência para ficar sobrecarregados, com stress e ansiedade, simplesmente por olhar para a extensão daquilo que está diante de nós. A resposta mais provável para esta situação desconhecida é o medo, que finalmente pode paralisar-nos e  impedir-nos de  nos aproximarmos do desafio ou do resultado pretendido. O mais razoável a fazer nestas situações é abordar o desafio um passo de cada vez, mesmo  que você possa sentir algum medo ou dúvida no inicio. Fazer isso irá ajudá-lo a habituar-se com a nova situação e reduzir os seus medos acerca da possibilidade de poder vir a falhar, especialmente quando  você sente a primeira experiência de realização. por Miguel Lucas em Psicologia Comportamental

OS BENEFÍCIOS DE SUPERAR O FRACASSO:

Você constrói uma valiosa experiência e conhecimento.

Você constrói a força de caráter e de foco.

Você encontra mais maneiras de ser criativo e limar as suas habilidades para resolver problemas.

Você cria flexibilidade de pensamento e mente aberta.

Você aumenta a auto-confiança e auto-estima.  

“O fracasso é a base do sucesso, e os meios pelos quais é alcançado.” – Lao Tzu

O medo é como um veneno tóxico, parece que você não pode livrar-se dele, por qualquer meio impedindo-o de viver a vida que você sempre quis viver. Algumas pessoas “paralizam-se” com medo delas próprias ficando continuamente preocupadas com os eventos que poderão ocorrer no futuro. De um modo geral todas as preocupações  com o sucesso, têm uma coisa em comum: o medo do fracasso.

Atraia para seu caminho pessoas positivas, que sempre veem a beleza nos lugares mais improváveis. Sendo assim, lembre-se de ser você a mudança que busca no outro.

Se algo do que aqui foi escrito fizer sentido para você então: Reflita! Se transforme! Permita-se o sucesso!

 Alvaro Alaor

Alvaro Alaor Pilates SHIS QI 13 Bloco E salas 13/14, lago Sul, Brasília Fone: 61- 9385-3838

 

Fontes

http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/0617/noticias/medo-do-sucesso-m0054067

http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/por-que-as-pessoas-tem-medo-do-sucesso/76159/

http://www.escolapsicologia.com/8-dicas-para-superar-o-medo-do-fracasso/

http://somostodosum.ig.com.br/clube/artigos.asp?id=35674

imagem medo http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI333547-17180,00-PASSOS+PARA+SUPERAR+SEUS+MEDOS.html

imagem  medo2 http://queroficarrico.com/blog/2014/03/24/medo/

 

 

 


Deixe uma resposta