O pilates e a dificuldade de andar na esclerose múltipla.

cadillac-banner

Mais de 11 milhões de pessoas nos USA praticam o pilates para manter sua saúde e tonificar seus músculos. O foco no equilíbrio e no fortalecimento do centro é também a opção de escolha de muitas pessoas com esclerose múltipla que estão preocupados em perder a capacidade de andar.

Charlotte Robinson-Pritchard, uma professora da escola pública em Denver, foi diagnosticada com esclerose múltipla em 1987. Sempre uma pessoa saudável, suas pernas um dia deu sinal de fraqueza, enquanto ela ministrava suas aulas, e ela caiu. Como muitas pessoas com diagnóstico de esclerose múltipla, ela viu seu futuro em uma cadeira de roda. Ela estava com medo da incapacidade de andar isto seria roubá-la da sua independência, sua carreira e a sua capacidade para cuidar de si e sua família. Ela encontrou um especialista pilates e começou a sua pratica – e os resultados têm sido notáveis.

Desde seu diagnóstico, Charlotte têm concluído vários triathlons. Ela subiu com sucesso o monte Mt. Kilimanjaro na África. E ela dedicou-se a ajudar os outros com esclerose múltipla a permanecerem móveis e saudáveis com os exercícios. Ela fundou uma organização sem fins lucrativos chamada Adventures Within que organiza programas e atividades incluindo esqui, canoagem e alpinismo para pessoas com esclerose múltipla.

Mary Kay Foley, PT, GCFP, é uma fisioterapeuta e instrutora de pilates formada The Heuga Center, um dos maiores centros de exercício e formação de fisioterapeutas para tratar de pessoas com esclerose múltipla. Ela tem trabalhado com centenas de praticantes do pilates e pacientes com esclerose múltipla e tem visto os benefícios do pilates em manter as pessoas em movimento. Ela identificou estratégias essenciais para modificar programas de pilates focando o treino na capacidade dos portadores de EM andarem. Por exemplo: muitos movimentos tradicionais do pilates colocam pressão sobre o corpo que pode levar a espasticidade (descontrole espasmos musculares) em pessoas com EM. Mary Kay sugere evitar ou alterar alguns movimentos do pilates que exerça pressão sobre determinadas partes do corpo.

Intensivo pilates workouts pode causar superaquecimento em pessoas com esclerose múltipla – o que provoca uma piora dos sintomas da esclerose múltipla. Enquanto treino pilates tem de ser um desafio para que os doentes se beneficiem dos exercícios, deve também ser projetado para reduzir o risco de superaquecimento para as pessoas com EM. O foco do treino devera ser em cima daqueles exercícios conhecidos por melhorar o equilíbrio, força e a capacidade de deambular.

Além de tonificar e esculpir o corpo, pilates possui também benefícios terapêuticos diminuição nas dores de coluna e melhora as capacidades funcionais do corpo. Para os portadores de EM, o pilates foca no CORE (músculos do centro) como os abdominais profundos e os músculos em torno da coluna vertebral, que são importantes para estabilidade e equilíbrio. Pilates também fortalece (sem hipertrofia) ensina consciência corporal (uma preciosidade para os portadores de EM que lutam com suas dormências), melhora a postura e também a flexibilidade e mobilidade. Um dos mais esquecidos benefícios do pilates é que ele enfatiza respiração adequada e harmoniosa, fluindo movimentos naturais sem stress.

matéria em inglês

Sites sobre Esclerose Múltipla:
JAMA Patient Page: Multiple Sclerosis (American Medical association)

Neste Link tem um tutorial explicando tudo sobre EM
Multiple Sclerosis Interactive Tutorial (Patient Education Institute)

Multiple Sclerosis: hope through resarch (National Institute of Neurological Disorders of Stroke)

Associação Brasileira de Esclerose Múltipla ABEM

Associação nacional de Esclerose Múltipla ANEM

Foto:

Foto 2 http://olhares.uol.com.br/ksar Paulo Cesar

Um comentário em “O pilates e a dificuldade de andar na esclerose múltipla.

  1. como eu posso montar esse aparelho dentro da minha casa pois tenho EM e tenho dificldade de andar e como encontro esse aparelho obrigada

    1. Normalmente, aqui no Brasil as pessoas não costumam comprar estes aparelhos
      para os terem em casa, e mesmo quando os compram precisam de um professor (com formação
      séria e devidademente capacitado) para dar aulas em casa. Em que cidade vc esta?

Deixe uma resposta