LOLITA SAN MIGUEL, uma elder fala sobre passado, presente e futuro do Pilates.

new-lolita[img:new_lolita_1.jpg,full,centralizado]

Lolita é uma mulher que irradia um poder celestial. Ela possui uma vitalidade, graciosidade e uma elegância que impõe respeito.
Lolita é uma das elderes no mundo do pilates. Ela iniciou sua carreira como dançarina clássica, e pratica pilates desde 1958. Treinada e certificada por Carola Trier ( a única aluna de Joseph abençoada por ele para abrir seu próprio estúdio), San é notavelmente uma das únicas pessoas nos mundo certificada oficialmente por Joe e Clara. Por 10 anos ela foi solista do Metropolitan Opera Ballet. Com o crescimento da dança clássica na America central, ela fundou e dirigiu o Ballet Concierto de Porto Rico. Lolita ganhou certificação da Universidade Estadual de Nova York para ensinar Pilates, certificação da Pilates Method Alliance e professora certificada da Polestar Education. Em 2000 ela fundou seu estúdio em Porto Rico.
Eu lembro que ele era esperto, inteligente, e muito, muito peculiar em suas graças.
Ele tinha seus altos e baixos, e quando ele estava nos momentos baixos, Clara ia ensinar. Ele se refugiava em uma pequena sala onde eles dormiam. Eles viviam humildemente, e trabalhavam duro de 6:30 da manha ate 7:30 da noite. Mesmo com tantas horas de trabalho eles não aceitavam todo mundo que os procuravam para fazer aula. Desde que comecei a fazer Pilates, eu nunca deixei de fazer um dia em minha vida. Se eu quiser me sentir bem, eu sei que tenho que fazer. Isto é muito simples. Se eu estiver muito ocupada durante o dia, não tendo chance de fazer, mesmo que seja a meia noite eu faço meu pilates.

Foi a dança que me levou para o mundo do Pilates. Quando era solista no Metropolitan Opera Ballet eu tive uma lesão no joelho, o ortopedista que me tratou sugeriu que eu começasse a fazer Pilates com Carola Trier para ajudar a curar minha lesão. Isto me ajudou completamente. E eu continuei a treinar com carola por mais 5 anos. Eventualmente, ela sugeria que eu mudasse de carreira para tornar-me professora de Pilates. Eu praticava 30 horas na semana por seis meses. Conseqüentemente, eu sou a única pessoa que eu saiba que possui certificação da Carola Trier.
Não foi Carola Trier que me levou a treinar com Joseph. Esta história é engraçada. Um dia eu estava dizendo ser uma assistente de Carola para Kathy Grant (elder), e que eu não me sentia pronta para abrir meu próprio estúdio, e ela disse, “ Porque você não vai estudar com Joe?” Eu pensava que ele estava morto e enterrado na Alemanha, e ele estava vivo, há três quarteirões de distância. Eu e Kathy imediatamente fomos ao estúdio dele.

A primeira vez que fomos ao estúdio de Joe, Clara estava vestindo um uniforme de enfermeira, foi a primeira a falar conosco. Ela era pequena e com uma fala macia. Joe era totalmente diferente de Clara, ele caminhou pela sala alguns minutos, mais tarde. Ele possuía uma presença enorme, mesmo não sendo muito alto. Já com 80 anos ele ainda era muito forte, seus cabelos eram brancos. Ele parecia uma pedra que quebra as ondas no mar, senti que ele tentava me intimidar. Eu estava imune a tática dele, treinei por anos com os professores do balé russo que tentavam duramente me assustar. Eu até tive a coragem de perguntar se ele poderia nos certificar. Nós dissemos que estávamos estudando com Carola, e eu acrescentei que já havia recebido um certificado dela. Joe respondeu “ Porque com carola?” Ele parecia irritado, e ficou calado por alguns minutos, então respondeu: “ok, vocês venham treinar comigo, e eu darei a certificação para vocês. O treino dele era semelhante ao de Carola, seis meses 20 horas na semana.

Em minha opinião no Pilates estamos sempre aprendendo,podemos iniciar a praticar Pilates quando jovens e continuar até a mais profunda velhice. Mas devemos treinar com pessoas realmente certificadas e devidamente treinadas. Isto me preocupa!
Pilates não é apenas um conjunto de exercícios. A técnica é uma incorporação do corpo, mente e espírito. Precisamos saber as bases do Pilates, e este fundamento requer um treino clássico. Os alunos colocam os corpos em suas mãos, isto é um tesouro. Temos que ser devidamente treinados, isso leva tempo e empenho.

Há sempre espaço para mudanças (variações dos exercícios) criativas nos exercícios quando são feitas com integridade com fundamentação científica. Todo o dia aprendemos coisas sobre nossos corpos com um ponto de vista científico, e devemos colocar isto em nosso trabalho.Eu não tenho certeza, do que pensaria Joe sobre as mudanças feitas no método. Ele era uma pessoa muito criativa. O que eu sei é que temos um belo legado herdado de um homem que eu considero um gênio.

Hoje as pessoas fazem Pilates por vários motivos: para perder peso, manter a agilidade, flexibilidade e para manter a jovialidade. Ele faz estas coisas é claro, mas o mais importante é a sensação de bem estar e alegria. Quando as pessoas estão felizes, elas não estão pensando em guerras. Eu acredito que isto foi uma das principais motivações que conduzia Joe. Ele queria um mundo melhor, e estava trabalhando minuciosamente para isso. Ele estava trazendo paz e alegrias para seus alunos e para o planeta através do Pilates.

texto: ROBIN WESTERN

ALVARO ALAOR

PILATES STYLE, DECEMBER 2007
http://lolitapilates.com
Escrito Robin Westen
entrevista cedida na ocasião em que realizou um workshop em uma conferência da Pilates Style

 

Deixe uma resposta