Exercícios melhoram a formação celular da coluna.

spinee

O exercício físico tem um efeito positivo sobre a formação das células dos discos intervertebrais. Isso foi mostrado por um estudo da , da Universidade de Gotemburgo, apresentado na reunião anual da Sociedade Internacional para o Estudo da coluna lombar.

O estudo mostra que a atividade física tem um efeito positivo sobre as células nos discos intervertebrais. O resultado é baseado em ratos submetidos a esforço em esteira rolante . Posteriormente, foi estudado quantas novas células nos discos intervertebrais foram formadas em ratos que tinham corrido na esteira por cerca de uma hora por dia, em comparação com os animais que só tinham movimentado livremente em uma gaiola. “Este é um novo conhecimento mostrando que os discos intervertebrais pode ser afetado positivamente pela atividade física “, diz Helena Brisby, professor associado do Departamento de Ortopedia em Sahlgrenska Academy e cirurgião de coluna no Hospital Universitário Sahlgrenska.

colunavertebral

Dor na coluna lombar é comum e pode ser devido a degeneração do disco, o que significa que as células do disco já não têm funções normais. Com base nos resultados do estudo, a equipe de pesquisa liderada por Helena Brisby e Rydevik Björn pretende continuar a estudar se as células em discos degenerados respondem de forma positiva ao exercitar como eles observaram agora nos discos normais. ” O exercício físico já é uma parte importante do tratamento para dor nas costas hoje, mas não há conhecimento limitado sobre o efeito específico que o exercício tem sobre os discos e qual a dose ideal de exercício recomendada”, diz Björn Rydevik, professor do Departamento de de Ortopedia Sahlgrenska Academy.


O plano da equipe de pesquisa é continuar com os estudos e esperam  estabelecer se o exercício pode prevenir a degeneração do disco e, consequentemente, poderia prevenir dores nas costas, mas também tem o objetivo de estudar o efeito do exercício quando problemas nas costas já estão presentes. O encontro anual é organizado pela Sociedade Internacional para o Estudo da coluna lombar, que é uma organização sem fins lucrativos com membros de todas as partes do mundo que realizam pesquisas sobre os problemas que afetam a coluna lombar. O objetivo do encontro anual é criar um fórum onde os pesquisadores podem trocar conhecimento.

 

Acredito que o movimento seja saudável para a coluna e principalmente o movimento quando realizado com segurança biomecânica. com muito alongamento axial que cria um aumento nos espaços intervertebrais e permite uma movimentação mais segura. Além disso, como ja mostrado em outros estudos o movimento na coluna é saudável realizando os mesmos em varias direções de movimentos com alongamento axial. O que implica dizer que uma pessoa que tem um gestual pobre de movimento, que realiza sempre os mesmos movimentos, autônomos, possui grande possibilidade de perder esta eficiencia biomecânica e logo segundo o próprio estudo demonstra ele diminuirá a formação celular, visto que ele mobilizara menos e menos determinadas regiões da coluna vertebral.

Isso é válido para todas as profissões e esportes porque acabamos nos habituando a fazer sempre o mesmo gestual e aí empobrecemos em movimentos, principalmente na coluna vertebral. Atletas por fazerem sempre o mesmo gestual repetidas vezes caem no mesmo risco. O ideal é fazer pelo menos uma atividade que trabalhe o CORE e que mobilize o corpo em vários direções de movimento. Esperamos pelo proximo passo da pesquisa, para que possamos depois diferenciar um trabalho do outro e seus efeitos sobre a formação celular nos discos intervertebrais. Também lembro que a pesquisa foi feita em ratos “com células humanizadas” ,mas mesmo assim,  ratos são quadrúpedes o que leva a ter uma relação mecânica totalmente diferente em sua coluna vertebral com a de humanos que são bípedes. A relação com a gravidade muda completamente nos ratos em relação aos humanos,.

Universidade de Gotemburgo

Foto 1 http://www.spinecanada.ca/

 

 

 

 

Deixe uma resposta