Elastinand e treino sensório motor

 

IMG_0185
Em 1997, os participantes do congresso Foundation of Sports Medicine Education and Research adotaram o termo “sensório-motor” para descrever as integrações, sensoriais e motoras e as estruturas envolvidas na manutenção da integridade das articulações durante os movimentos corporais e nas manutenções de postura. Com o passar do tempo alguns termos foram utilizados erroneamente pelos profissionais para designar o sistema sensório-motor. Entre estes termos temos: propriocepção, controle neuromuscular etc. Na realidade, propriocepção e controle neuromuscular são parte de um todo que é o sistema sensório-motor.

O controle neuromuscular é definido como o controle da ativação inconsciente de estabilizadores dinâmicos (músculos) ocorrendo em preparação ou resposta a uma carga ou movimentos impostos a uma articulação com o objetivo de restaurar ou manter sua estabilidade normal.

O controle neuromuscular depende da integração adequada dos imputs sensitivos (visuais, vestibulares e somatosensoriais) e das aferencias motoras. Ou seja, é preciso que haja integração entre as informações que as articulações mandam para os níveis mais centrais do nosso sistema nervoso (medula, tronco e córtex) e os comandos que estes níveis enviam para os músculos na tentativa de manter a articulação estável. A informação sobre os estado das estruturas articulares é denominada de propriocepção.

O termo propriocepção vem do latim que significa recepção e própria. A propriocepção pode ser dividida em cinestesia (percepção do movimento) e senso de posição articular.  Os responsáveis pela captação e transmissão da propriocepção são os mecanorreceptores que podem ser encontrados na cápsula articular, retináculo, ligamentos, pele, músculos e tendões. As informações derivadas dos mecanoreceptores são processadas em três níveis: espinhal (responsável pela estabilização dinâmica da musculatura); cerebelar (responsável pelo equilíbrio e postura) e cortical (responsável pela contração voluntária). Qualquer déficit na aferência, processamento ou comando (eferência) pode resultar em postura inadequada ou desequilíbrios, podendo ser fatores causais de lesões.

IMG_7623

Imput proprioceptivo

 

A informação sensorial no sistema sensório-motor é maior em três locais do corpo: os pés, a articulação sacro-ilíaca e a cervical. Durante o trabalho sensório-motor devemos aumentar o imput proprioceptivo dessas três áreas que estimularam vias subcorticais facilitando a coordenação do movimento automático. E de muita importância assegurar um adequado posicionamento dessas três áreas durante os movimentos.  Janda enfatizou a importância da posição optimal dos pés, pois eles asseguram uma informação aferente máxima.

IMG_7474

O primeiro ponto chave são os pés. Exercícios proprioceptivos são melhores realizados sem sapatos para assegurar o máximo de informação aferente entrando no sistema sensório-motor.  O trabalho deve-se iniciar com estímulos na sola do pé, com uma reflex ball e mobilizações do pé e do tornozelo.

O próximo ponto-chave na estabilidade postural é a articulação sacro-ilíaca. A reagião lombo-pélvica deve ser mantida em uma posição ”neutra”.  É importante em qualquer disfunção a articulação Sacro-ilíaca ser corrigida antes de iniciar o treino devido ao seu papel na propriocepção. Isso ajuda a garantir relações comprimento/tensão muscalares adequadas permitindo que os mecanorreceptores enviem de informações conjuntas e adequadas sobre a postura para o SNC a partir da região lombo-pélvica. Além disso, devemos utilizar a facilitação na contração do músculo transverso abdominal que é norteada pela dica de enviar o umbigo para dentro em direção a coluna vertebral. Mais modernamente, postula-se a contração de todos os músculos da parede abdominal e assoalho pélvico em conjunto, fazendo uma espécie de cinta abdominal.

IMG_7588

Finalmente, a coluna cervical desempenha um papel importante na postura. Estes mecanorreceptores são importantes na manutenção do equilíbrio e reflexos posturais adquiridos quando nascemos. Colocando a coluna cervical em posição neutra ajudamos a ativar os flexores profundos do pescoço Uma vez que o indivíduo aprende o bom posicionamento desses três pontos proprioceptivos, o treino pode começar.

IMG_0236

Quer saber como realizar este treino e como usar  um recurso que disponibiliza este treino de forma inigualável, então esta na hora de conhecer workshop de elastiband um recurso para trabalhar força, eficiência de movimento e tornar aqueles velhos exercícios verdadeiras mudanças. Neste workshop você ira entender na pratica sobre o assunto abordado acima bem como vários outros conceitos moedernos de reabilitação e condisionamento.

Teremos workshop Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro ja agendados

 

Deixe uma resposta