Atletas do sexo masculino sem dor.

 

 

Atletas do sexo masculino sem nenhuma dor, grandes ganhos do Pilates.

 

Famosos como Madonna, Julia Roberts e Sharon Stone tem praticado isso. Também, tem o golfista Tiger Woods, o jogador de basquete Jason Kidd, arremessador Curt Schilling e ofensivo atacante Ruben Brown. O que todos eles têm em comum é Pilates, um das atividades físicas que mais rápido cresce na América, de acordo com SGMA International, a associação comercial para os fabricantes de equipamentos esportivos.

 

Projetado para aumentar a flexibilidade e melhorar o equilíbrio, postura e coordenação, Pilates se concentra no fortalecimento do núcleo do corpo ou CORE. Uma vez favorecido por divas do rock, atrizes e modelos, o método de exercícios de alongamento e fortalecimento desenvolvido por Joseph Pilates (PIH-LAH-teez) tem se tornado nos últimos tempos o treinamento para atletas profissionais do sexo masculino.

“Desde que eu começei a praticar Pilates, eu estou muito mais bonito e 4 metros mais alto”, diz Rich Beem, vencedor do PGA Championship 2002. “Sério, eu estou agora tão esticado e tenho uma postura tão grande que eu olho e sinto como se fosse uma pessoa diferente.”

 

Desenvolvido no início de 1900, Pilates consiste de 500 exercícios, todos iniciam a partir dos músculos do abdome, costas, quadris e nádegas. O custo de uma sessão de Pilates privada com um instrutor devidamente licenciado é comparável ou ligeiramente mais caro do que uma sessão de treino com personal.

Para os atletas, os benefícios incluem em um movimento mais eficiente, bem como maior agilidade, resistência e rapidez.

 

Não é mais só para mulheres

A corrente principal no método Pilates de desenvolver grupos musculares centrais, no sexo masculino os atletas profissionais interessados em adicioná-lo aos seus programas de formação ainda deve pesar o estigma de que este é um exercício de mulheres.

 

Kidd, o superstar armador dos Nets, ouviu sua esposa, Joumana, uma devota de longo tempo do Pilates, em um momento difícil de sua carreira quando ela lhe disse que o método poderia ajudar em sua recuperação de um tornozelo quebrado há alguns anos atrás. Depois de semanas de relatos sobre o divertimento do Pilates, Kidd finalmente experimentou.

 

“Eu imediatamente descobri o quanto eu era encurtado”, lembra Kidd. “Depois de uma sessão eu estava energizado. A partir desse momento eu estava convencido que era um ótimo treino.” Para Kidd, Pilates é é como encontrar seus limites. Ele estima que 30% de sua força e flexibilidade vem do Pilates. “Pilates tornou-me mais rápido, mais explosivo”, diz ele.

 

Rico Dalatri, o treinador de força Nets, introduziu o método de exercícios para toda a equipe.

“Pilates é rejuvenescedor é revigorante, estimulante”, diz ele, “talvez porque ele estimule o fluxo sanguíneo a fluir através de cada centímetro dos músculos. É tão interno. Ele coloca você em sintonia com seu corpo. Ele coloca você em um estado diferente.”

 

Os Nets têm investido em equipamentos de Pilates para sua sala de musculação.Os jogadores são tão dependentes que ao longo dos playoffs da NBA em 2002, uma empresa líder Pilates forneceu os equipamentos especialmente para os hotéis em que a equipe ficaria durante suas viagens.

 

Paciência compensa

O fundador Pilates “sempre proclamou:” Em 10 sessões, você sentirá a diferença. Em 20, você verá a diferença. E em 30, você terá um corpo totalmente novo. ”

Schilling, o arremessador do Arizona Diamondbacks concorda. “As primeiras três semanas, eu estava realmente desapontado”, diz Schilling, que incorporou Pilates em seu programa de treinamento no inverno passado. “Eu não suava. Eu não estava sem fôlego, que era o que eu realmente associava como sendo um verdadeiro exercício.”Então, na quarta semana eu comecei a entender a terminologia do Pilates, a idéia de trabalhar a partir do seu centro. No terceiro mês eu estava mais poderoso e flexível do que nunca. E eu tinha perdido 15 quilos.”

Hannah Gallagher, o instrutor de Pilates do Schilling, diz: “Ele é um homem. Ele praticava atividade muito pesadas, onde as consequências podem aparecer posteriormente. Pilates não é isso. É um equilíbrio de alongamento e força.” Depois de anos com o pensamento de  no-pain no-gain, atletas profissionais do sexo masculino dizem que apreciam o amável e gentil aspecto do Pilates.

Para o atletas do Buffalo Bills Pro Bowl Ruben Brown, Pilates é tudo sobre prevenção de lesões. “Eu sou um cara grande”, Brown diz. “Eu estava sempre lutando com as lesões em minhas costas. Além disso, eu tenho 30 anos agora. Estou cansado de levantar pesos.”

As duas últimas offseasons Brown praticou Pilates três vezes por semana.

“Em minha primeira sessão, ele me abalou”, diz Brown. “Ele balançou tudo. Ele ainda faz isso.” “O homem e as mulheres do Pilates são competitivos. Eles querem ver se eles podem conseguir fazer que com que você fique forte de dentro para fora.  Eu disse a mim mesmo: ‘Ei, senhoras, eu posso fazer isso também.” Como é que seu corpo respondeu ao Pilates?

“Eu saí da temporada livre de lesões”, diz ele. “Eu costumava me sentir um lixo depois do treino e jogos, mas não depois do Pilates.

“Aprendi a respirar através de meus músculos. Minha postura esta melhor. Eu posso correr de forma mais fluida. E eu aumentei meus treinos.”

 

“Profundo impacto” 

Para PGA Tour Rocco Mediate, Pilates é tudo para fortalecer suas costas – e prolongar a sua carreira. Após uma cirurgia na coluna em 1994, Mediate diz que ele não era o mesmo. Ele não podia dobrar por longos períodos, e sua coluna sempre estava sentida após longas viagens de avião. Entrei para o Pilates em 2001. “Depois de uma semana eu estava mudando”, diz ele. “Depois de dois eu me senti como eu nunca havia sentido antes.”

Mediate já vendeu seus pesos e a nova sala de exercícios em sua casa, Ponte Vedra, Flórida, está completamente equipada com vários equipamentos de Pilates. “Pilates nunca compromete a sua coluna”, diz ele. “Eu tenho mais movimento nos meus ombros e pernas. Posso repetir meu swing básico com mais freqüência. Pilates vai adicionar cinco, seis, sete … anos para minha carreira.”

 

Caroline Schmid, instrutora de Pilates do Mediate, diz: “O swing do golfe é um pouco unilateral, o que pode gerar desequilíbrio no corpo. Pilates ajuda a equilibrar o corpo contra as forças do swing. Ela ajuda a criar menos torque no coluna, pois você aprende o swing a partir do seu centro e não de seus membros. ”

 

A esposa de Mediate esposa, Linda, também teve sucesso com o Pilates. Ela superou ferimentos sofridos em três acidentes de carro, bem como deu à luz a três crianças: “. Eu não podia andar a menos que eu colocasse minha mão nas minhas costas”. Ela dá crédito ao Pilates para as grandes melhorias no jogo do marido.

“Ele costumava evitar o arremesso, e agora ele é uma máquina de arremessar”, diz ela. “Eu quero abraçar Caroline porque ela teve um impacto tão profundo na vida de Rocco.”

 

Fonte: USA Today Sports  Posted 8/17/2003 11:15 PM   

Em nosso estúdio além dos exercícios de Pilates, trabalhamos com o CoreAlign que foca o trabalho também vindo do CORE, mas a grande maioria dos exercícios são realizados em pé. Mas ultimamente estamos conseguindo grande êxito aplicando a técnicas e fundamentos Fletcher Pilates na conscientização  do core e das forças vindo desta região. Os fundamentos parecem ser mais bem assimilados e o trabalho de fundação tem sido  mais preciso. Especial tem sido para muitos atletas o trabalho com  TowelWork  (toalha) organizando e fortalecendo a cintura escapular, ombro, cabeça e pescoço, o que se torna muito efetivo para o desporto que utiliza muito os membros superiores.

Procuramos trabalhar o corpo em várias posições diferentes, trazendo a sensação e percepção dos efeitos da gravidade nas posições adotadas. Este trabalho aumenta a percepção de onde e em quais posições nos tornamos mais tensos e desorganizados, portanto, propensos a lesão, e de como podemos nos equilibrar e fortalecer  nestas posições, ou mesmo reagir a forças inesperadas. Em um desporto seria como uma tentativa de neutralizar ao máximo os efeitos de uma queda, ou uma pancada inesperada. Lembrando que o objetivo maior é tornar o atleta inconsciente competente, isso significa, que ele consegue perceber-se e automaticamente se reorganiza sem pensar em como faze-lo.

by Alvaro Alaor
Alvaro Alaor Pilates – SHIS QI 13 Bloco E, salas 13/14, Lago Sul, Brasília. Fone: 61-9385-3838


Deixe uma resposta