Tendinopatia – reabilitação-importância do estadiamento e papel do alongamento

Problemas de tendão são comuns em atletas, um problema pode se tornar persistente se não for tratado adequadamente. Hoje sabemos que a carga desempenha um grande papel. Também sabemos que é importante determinar o ‘estágio’ da tendinopatia e isso terá uma grande influência em como você trata e recupera seu paciente/ atleta.

A glândula pineal e sua consciência

Cada emoção que você sente, cada momento de alegria e de medo produz uma enzima química no seu corpo. Algumas se transformarão em trampolins, outras em obstruções. Cada uma passa para a Pineal.

Tendinopatia o modelo contínuo 

A carga mostrou ser anabólica e catabólica para os tendões. Armazenamento e liberação de energia repetitiva e compressão excessiva parecem ser fatores-chave no início da tendinopatia. A quantidade de carga (volume, intensidade, frequência) que induz patologia não é clara; entretanto, o tempo suficiente entre as cargas para permitir que um tendão responda à carga parece importante. Portanto, o volume (horas) e a frequência (sessões por dia ou semana) de carga podem ser críticos na capacidade de ambos os tendões normais e patológicos tolerarem a carga.

Tendinopatia

O aumento de cargas mecânicas, parece ser o grande causador desta patologia acompanhe a série para saber como isso acontece e sobre tratamentos.

Os níveis auricos e sua saúde

Os nossos comportamentos, níveis de energia uma nova forma de trabalhar o todo, a consciência maior de nossa existência e nossa saúde

Zumbidos no ouvido e a glândula pineal

A pineal está localizada no meio do cérebro, na altura dos olhos. Ela é um órgão cronobiológico, um relógio interno. Como ela faz isso? Captando as radiações do Sol e da Lua. A pineal obedece aos chamados Zeitbergers. Por exemplo, o Sol é um Zeitberger externos que regem as noções de tempo e que influencia…